Notícias

Rodrigo Maia nega acordo para adiar votação da reforma da Previdência Agência Câmara Notícias14/12/2017

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse na noite desta quarta-feira (13) que haverá amanhã uma nova avaliação com o presidente da República, Michel Temer, e com o presidente do Senado, Eunício Oliveira, sobre as condições para votar em Plenário, na próxima semana, a reforma da Previdência (PEC 287/16). “Vamos trabalhar para tentar votar na semana que vem”, afirmou, reiterando declarações que havia dado pela manhã.

Rodrigo Maia negou que tenha participado de acordo para adiar a votação para fevereiro, conforme havia anunciado mais cedo o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR). “Talvez ele tenha entendido errado”, disse. Em nota, o Palácio do Planalto também negou que tenha havido decisão pelo adiamento.

Em São Paulo, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, seguiu no mesmo tom. “A opinião dada pelo senador é respeitável, ele é um líder, de fato, de muita experiência e de muito bom senso. Deu a opinião, mas evidentemente não está na Câmara. É uma opinião válida que será levada em conta, mas não há essa decisão no momento”, afirmou.

Leitura
Já o relator na comissão especial que analisou a reforma da Previdência, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), anunciou que amanhã, no Plenário, vai começar a leitura da 
nova versão da proposta. “Os senadores falarão a seu tempo, quando a PEC estiver no âmbito do Senado. Enquanto estiver na Câmara, quem faz a pauta é o presidente Rodrigo Maia”, disse.

No Plenário, parlamentares da oposição chegaram a comemorar o anúncio feito por Jucá. “Sempre trabalhamos para não permitir a votação neste semestre e temos segurança de que o governo não tem os votos”, disse o líder da Minoria na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE). Segundo ele, mesmo se ficar para fevereiro, a mobilização contra a reforma da Previdência não vai parar.

Parceiros

#rppsdobrasil #rpps #previdencia #previdenciadoservidor #aneprem #direitoprevidenciario #direito #direitoconstitucional #direitoadministrativo #funcionariopublico #funcionario #servidorespúblicos #servidor Obrigado Senhor, obrigado Jane Berwangers pela indicação, sempre falando sobre RPPS.
#rppsdobrasil #rpps #direitoprevidenciario #direito #direitoconstitucional #direitoadministrativo #previdencia #previdenciadoservidor #aneprem #rpps #rppsdobrasil #direito #direitoprevidenciario #direitoconstitucional #direitoadministrativo #servidor #servidorespúblicos #funcionariopublico #funcionario #previdencia #previdenciadoservidor #aneprem #rppsdobrasil  #rpps #direitoprevidenciario #direito #direitoconstitucional #direitoprevidenciario #previdencia #previdenciadoservidor #servidor #servidorespúblicos #funcionariopublico #funcionario #previdencia #previdenciadoservidor #aneprem 2018 e agora? #rppsdobrasil #rpps #direitoprevidenciario #direitoconstitucional #direitoadministrativo #direito #servidor #servidorespúblicos #funcionariopublico #funcionario #previdencia #previdenciadoservidor #aneprem Nossas publicações de Dezembro, obrigado Senhor. #rppsdobrasil #rpps #direitoprevidenciario #direito #direitoconstitucional #direitoadministrativo #previdenciadoservidor #previdencia #servidores #servidorespúblicos #funcionariopublico #funcionario #aneprem